Informações sobre argamassa

Sem-Título-1

A argamassa é a substância composta que faz a ligação entre a placa de rocha ornamental e o contrapiso. Sendo assim, deve-se tomar cuidados na seleção dos componentes e no seu modo de preparo, considerando as características da rocha, os ambientes e finalidades da obra. As substâncias que compõem as argamassas, seu traço e modo de preparo, podem comprometer tanto o padrão estético, como a resistência mecânica das peças assentadas. Inicialmente deve-se observar os agregados e tipos de técnicas de assentamento que serão utilizados.

Na escolha de uma argamassa, deve-se considerar primordialmente as propriedades tecnológicas da rocha utilizada. A priori, recomenda-se para granitos e mármores de tonalidades claras, o emprego das argamassas claras, ou compostas por cimento branco de procedência conhecida.
No canteiro da obra, para confecção e preparo da argamassa, deve-se considerar os seguintes cuidados:

• Utilizar areia média lavada (peneirada; isenta de impurezas argilosas, orgânicas ou ferruginosas);

• A água deve ser isenta de impurezas e quimicamente neutra. Não deverá ser transportada ou armazenada em latas ou recipientes metálicos que possam liberar resíduos oxidáveis, os quais provocam manchamento na rocha;

• O cimento deverá ser de procedência e notoriedade reconhecidas e ser do tipo CP 32. Para aplicação de rochas claras, enfatiza-se, há necessidade de utilização de cimento branco.

Tradicionalmente, na construção civil brasileira, utilizam-se dois tipos de argamassa, para aplicação de granitos e mármores, a saber:

1) Argamassa semi-seca (“farofa”) – como o próprio nome sugere, deve ter consistência de farofa, isto é, não pode ser seca e também não pode ser excessivamente úmida. O traço sugerido para este trabalho é o seguinte:

Insumo 1 m3 de Argamassa
Areia lavada 1 m3
Cimento 400 kg

Deve-se evitar a adição de cal na argamassa, pois apesar de proporcionar maior trabalhabilidade, pode provocar o surgimento de eflorescências na superfície rochosa.

A argamassa deve ser aplicada após alguns passos importantes, que são descritos a seguir:

• Determinar os níveis de referências que serão utilizados como guias ao longo do assentamento;

• Colocar argamassa em quantidade suficiente para o nivelamento;

• Pré-compactar a argamassa;

• Desempenar a argamassa.

• Polvilhar pó de cimento sobre a argamassa pré-compactada.

• Aspergir água sobre o pó de cimento polvilhado.

• Assentar a peça de rocha ornamental, com auxílio de martelo de borracha.

2) Argamassa adesiva (“cimento-cola”) como se trata de um produto industrializado, deve-se seguir o modo de preparo sugerido pelo fabricante. Recomenda-se, neste método, um cuidado especial no nivelamento do contrapiso, pois a camada de argamassa adesiva não pode exceder a espessura de 5 mm, devendo ficar entre 3 e 5 mm. Deve-se preferir argamassa branca para rochas de tonalidade clara.

Fonte: http://www.marmorariaitalia.com/empresa/index.asp?id=5

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s